sexta-feira, 22 de junho de 2012

Chuva cor-de-rosa

made by Vivian Kida at 16:03



“O que será que estão pensando?”

Diversas vezes me perguntei isso enquanto observava pessoas na rua, principalmente quando estou parada dentro do ônibus. Aquela mulher dentro do carro no farol, será que já se questionou o que a pessoa do carro ao lado está pensando? Ou quem sabe, eu sou o “alvo” dela! A curiosidade aumenta mais quando deparo-me com alguém passando chorando.

É uma manhã de domingo. Já faz um tempo que estou sentada na mureta dessa praça, só observando o movimento. O dia está agradável, ainda mais pela beleza do inverno. Engraçado...é domingo e as pessoas continuam correndo como se fosse segunda-feira.

Sempre acho que os fins de semana dão outra cara para os lugares, mesmo esses que passamos todo dia à caminho do serviço. Ganhamos oportunidade de olhá-los com mais atenção, vivê-los melhor, explorá-los! Até mesmo esse cheiro de óleo dos carrinhos de batatas-frita ficam com um ar diferente do de anteontem. Pra que continuar correndo?

O vento parece ter ouvido meus pensamentos. Parando de cortejar a grandiosa árvore fixada atrás de mim, soprou-lhe uma rajada mais forte, balançando  graciosamente seus galhos floridos. Uma nuvem de pétalas-cor-de-rosa espalharam-se pelo local, caindo sobre todos como gotículas de chuva. Nesse momento, o mundo parou. Por alguns segundos, todos voltaram-se para aquele espetáculo, assistindo as flores dançarem ao uivo do vento gelado.

Diverti-me captando aqueles olhares fascinados, singelos sorridos escapando involuntariamente daqueles lábios entreabertos. Assim que a dança ia se cessando, gradualmente as pessoas iam se recompondo, voltando ao caminho que até então estavam seguindo. Por mais que tenha sido rápido, sei que foi com efeito! Essa belíssima visão não acontece toda hora, e encanta mais ainda quando vem de alguém que nem sabíamos que existia.

Naquele momento, ganhei meu dia. 

~ VK ~

8 mixes on "Chuva cor-de-rosa"

Primo Simpático e Melancolico disse...

Cenas assim, fazem com que eu goste mais e mais do Outono-Inverno!!!

Cenas assim deveriam sair da nossa memória, ir para um DVD e ser compartilhada com todos!!! Momentos únicos que só quem viu entende. Quem não viu, imagina... mas sem a magia do momento!

Anônimo disse...

Adorei o texto. Me identifiquei com o primeiro parágrafo, quando estou no ônibus tenho curiosidade em saber o que a pessoa do meu lado está ouvindo, lendo, pensando...

Karoline G.

Bárbara disse...

Me imaginei demais nesse ambiente :D
Você nos faz entrar na história !!
Adorei ^^

Lila disse...

Texto muito fofo!
Também passo por curiosidades assim. Adorei!! *-*

Mariana Morimura on 22 de junho de 2012 17:17 disse...

Também já pensei nisso muitas vezes...
Texto bem gostoso de ler! ^^

Nana on 22 de junho de 2012 18:34 disse...

Conforme te disse na primeira vez que li (sou especial, li antes de ser postado), eu adorei seu conto. O que eu mais gostei foi você ter atrelado reflexões e pensamentos ao próprio cenário, sem deixar que o conto "viajasse" demais. Ele também é muito singelo, delicado e sutil.

Parabéns, continue assim, Vikky. <3

Feeh disse...

Haha, muito bom, Amor. O conto está bem criativo e ao mesmo tempo "não-meloso" e claro, curto. Sem enrolação :D

Meu Amor escreve demaais <3

Isa, Beli ou Belinha. on 1 de julho de 2012 21:02 disse...

Textos assim nos fazem lembrar de bons momentos que só quem os viveu é capaz de lembrar-se...

Como a minha primeira e única viagem a Europa, em pleno Outono. Que para mim, é e sempre será a mais linda estação existente. As folhas secas caindo, aquela cor meio marrom, meio bronze, tão linda. E há outros milhares de tons entre o verde, amarelo e marrom escuro que cobrem as ruas. Observar apenas aquele mix de folhas flutuando ao vento forte, ao seu redor como se lhe cobrisse da magia da renovação. O velho substituindo o novo. As flores caindo e nos cobrindo com todo seu perfume e beleza. Ah, momentos raros, mais tão gostosos!

O que mais amo em seus posts Vikky, é a capacidade que tens de nos relembrar das coisas boas da vida, que nessa correria do dia-a-dia deixamos passar.

Obrigada, como disse antes, quero ser como você!

Parabéns Querida! <3

 

. Devaneios . Copyright 2012 Açucar com Sal Designed by Ipiet Templates arranged by Ivy